sábado, 28 de junho de 2014

[Me ajude a Chorar, Fabrício Carpinejar]

 

Foto capa: Reprodução

Me ajude a chorar vai emocionar fundo as leitoras. Carpinejar, um autor que mostra sem receios a sua fragilidade prova em seu mais recente livro que superar as tristezas reais nesta catarse literária é também uma ótima terapia. Fabrício Carpinejar cresceu, e muito como escritor, desde que eu escrevi sobre seus livros, 'Meu Filha, Minha Filha' e' O Amor Esquece de Começar'. Nesta sua 29 obra, relacionamentos, separação e situações 'que dão um nó na garganta' estão entre os temas tratados em forma de crônicas (e nisso ele é muito bom) que refletem momentos de sua vida pessoal de forma um tanto irônica, mas com singularidade. Os textos revelam seus desejos de forma subjetiva, como o da senhora cujo desejo era ‘dormir de conchinha’, mais uma única vez com seu marido que estava à beira da morte.   
Dois textos ficaram famosos quando publicados: o escrito em homenagem às vítimas de Santa Maria (RS), que inclusive foi capa em diversos jornais, como O Estado de S. Paulo, e aquele sobre o acidente aéreo de 2007 em Congonhas (SP).


Sobre o Autor 

 Foto capa: Reprodução

 O poeta, cronista, jornalista e professor, de 41 anos é natural de Santa Maria (RS) e mora em Porto Alegre. Autor de 26 livros, já ganhou os principais prêmios literários do país, como Jabuti, APCA e Olavo Bilac. Fabrício Carpinejar chama atenção pela prosa absolutamente desconcertante e confessional.Atua como apresentador da TV Gazeta, da TVCOM e da RBSTV, é comentarista da Rádio Gaúcha e colunista do jornal Zero Hora e das revistas Pais & Filhos e Isto É Gente.

***** Recomendo

Para Chorar_Me ajude a chorar
Chorão_Fabrício Carpinejar
Fonte das lágrimas_ editora RECORD 
Custo_R$ 22 (Livraria Cultura)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente