domingo, 12 de fevereiro de 2012

[ADELE a Biografia, de Chas Newkey-Burden]

Foto: Reprodução



A voz emocionante, os hits cativantes e a personalidade sensível de Adele já lhe renderam prêmios e grande popularidade. Ela quebrou um recorde aos 21 anos, quando o seu segundo álbum, 21, permaneceu por 15 semanas em primeiro lugar nas paradas de sucesso britânicas.
Hoje se mantém no topo das paradas de 18 países. 


Agora em livro Adele é biografada, - ainda que com data de validade já vencida, pelo biógrafo de celebridades Chas Newkey-Burden, cuja pressa em retratar celebridades não o permitiu fazer uma grande investigação como é de hábito. Biógrafo de celebridades como Justin Bieber, Amy Winehouse, Stepheni Mayer e Paris Hilton, entre outras.

Cigarro, bebida alcoólica e uma laringite, foram as causas de sua perda de voz, que virou especulação em jornais sensacionalistas, já que os riscos reais de sua saúde foram maximizados pela imprensa mundial. No entanto, a Adele que é retratada no livro é bem-humorada, feliz com seus quilosa mais e extremamente talentosa, segundo o seu biógrafo. Descrita como uma pessoa feliz, ainda que cante canções tristes e melancólicas, Adele tem senso de humor, é apegada a família, companheira, e não liga para a fama, já que mantém a aparência em segundo plano. 

A cantora pop do momento, elogia Amy Winehouse, pelo fato dela ter aberto o caminho para cantoras como ela e Duffy, além de Lily e Kate. Hoje, aos 23 anos e quatro de carreira, a cantora já tem dois prêmios Grammy e é considerada a nova diva da musica pop.




Sobre o autor 


Foto: Reprodução


Chas Newkey-Burden é um jornalista britânico e já escreveu 29 livros. Ele  é editor freelancer da Loaded e colunista do Time Out,Atitude e A Jewish Chronicle. 




Adele, de Chas Newkey-Burden
Editora Leya
Pagando para ler a vida da cantora_R$ 16,90 (Na FNAC
Folheando Adele_212 páginas



[A RESPOSTA, de Kathryn Stockett]

Foto:Reprodução


Quase três anos na lista dos mais vendidos do New York Times. O livro mais vendido nos EUA em 2011. Mais de 5 milhões de exemplares adquiridos em todo o mundo. Considerado por Oprah Winfrey como um dos melhores livros de 2009. O livro favorito dos atores de Hollywood em 2009 e 2010. Este é A Resposta, sucesso de Kathryn Stockett, que a Bertrand Brasil lança agora com nova capa e a história que chega aos cinemas com o título Histórias cruzadas. 


A Resposta (Bertrand Brasil, 574 páginas, 55 reais), de Kathryn Stockett, serviu de inspiração para o filme Histórias Cruzadas, que está em cartaz. O longa, que foi destaque na premiação do Sindicato dos Atores (SAG Awards) no último domingo e concorre ao Oscar em três categorias, é baseado no livro que se inspirou em empregadas domésticas – entre elas uma brasileira – para contar a história da segregação racial no sul dos Estados Unidos, no auge da luta pelos direitos humanos.
Aos 42 anos, Kathryn, que assim como as personagens de seu livro é nativa de Jackson, Missisipi, é nova demais para ter vivido nos anos 1960, época em que a história se passa, mas garante que a cidade não mudou muito desde aquela década. “A antiga geração ainda está viva. Ainda há mulheres que pensam exatamente como as matriarcas que eu descrevo no livro”, conta a escritora, que diz ter se inspirado em histórias de mulheres reais para compor os personagens do livro.
O livro foi rejeitado por cerca de 60 editoras antes de ser publicado. A autora o terminou logo após o 11 de setembro e sentia que as editoras estavam com receio de publicá-lo, devido a nova 'onda do politicamente correto', que invadiu os EUA. Kathryn Stockett consegue escrever sobre um tema delicado de forma leve, humana, sincera: mostra sem ser piegas, que o amor acaba mesmo por vencer a dor, as humilhações, a injustiças, o mal, enfim. Stockett mostra as futilidades, contradições de uma época onde os negros eram constantemente humilhados e as mulheres não valiam nada se não tivessem um marido.


A dica é: Leia o livro e assista o filme para comparar. Eu gosto de ler o livro, antes de ver os filmes... mas, acho que desta vez farei o contrário. Vou aproveitar os feriados de Carnaval para assistir o filme e iniciar a leitura do livro. Depois, posto aqui, o que achei de ambos. 

Sobre a autora

Foto:Reprodução

Com 42 anos, Kathryn, que assim como as personagens de seu livro nasceu em Jackson, Missisipi, é muito nova para ter vivido nos anos 1960, época em que a história se passa, mas afirma que a cidade não mudou muito desde aquela década. “A antiga geração ainda está viva. Ainda há mulheres que pensam exatamente como as matriarcas que eu descrevo no livro”, diz  a escritora, que se inspirou em histórias de mulheres reais para compor os personagens do livro.




A Resposta 
Editora Bertrand Brasil
Pagando pela  resposta do Mississipi_R$ 31,68 na Casas Bahia
Folheando a historia_574 páginas




domingo, 5 de fevereiro de 2012

[DIVAS REBELDES, de Cristina Morató]

Divas rebeldes
Foto:Reprodução
A história de sete mulheres (Maria Callas, Coco Chanel, Wallis Simpson, Eva Peron, Barbara Hutton, Audrey Hepburn e Jackie Kennedy), reunidas por suas lutas e oposição, personalidades e autenticidade. Divas Rebeldes é uma emocionante biografia das mulheres, cujas vidas fazem parte do século XX. Idolatradas em todo o mundo e ícones da moda e do glamour, todas são mitos autênticos, mas com um legado escuro em comum: a solidão, o complexo e doloroso passado. Este livro apresenta as vidas fascinantes desses mulheres, algumas com histórias inéditas sobre suas vidas, as luzes de glória, mas também as sombras de algumas das mulheres mais rebeldes que a história continua a cativar.
A publicação é de 2010 e ainda não saiu no Brasil. Mas pode ser encomendada em sites como Amazon.com.
Sobre a autora
Cristina Morató
A jornalista e fotógrafa Cristina Morató, nascida em Barcelona em 1961, é formada em Ciências da Informação pela Universidad Autónoma de Barcelona. Começou sua carreira como apresentadora nas Tv´s Espanholas com um programa de música e entrevista. Viajando por diversos países conheceu mais de quarenta continentes e chegou a morar por diversas vezes no continente africano. Seus artigos e fotos foram publicados em diversas revistas de turismo e publicou diversos livros sobre o tema.O mais famoso foi Viagens Intrépidas e aventureiras, onde narra as peripécias de algumas mulheres pioneiras.
Atualmente ela é vice presidente da Sociedade Geográfica Espanhola.
Folheando as Divas_472 páginas
Editora: Random House Mondadori/Espanha
32, 85 €
A venda no AMAZON.Com