quarta-feira, 18 de maio de 2011

[O QUE FAZ AS MULHERES FELIZES, de Fay Weldon]




A primeira edição é de 2008. O melhor é que este livro está em promoção (R$9,90), na Cia dos Livros, um dos lugares bacanas que gosto de estar sempre olhando... 

Fácil e gostoso de ler a autora fala dos prazeres pequenos e fugazes, que podem encantar uma mulher. Pode ser uma "boa" noite de sexo, uma lasanha suculenta, meia dúzia de amigos e uma garrafa de vinho, um presente da  irmã, uma dezena de sacolas cheias de roupas ou uma bela dose de brigadeiro de colher. Ou ainda, o livro preferido, aquele caríssimo bombom (só um já vale a intenção)...

Para a autora, Fay Weldon, a felicidade está literalmente nas pequenas coisas sem meias palavras nem falsas promessas, ela descreve seis fontes de felicidade, uma a uma, desfazendo a áurea de mistério que existe a respeito da felicidade feminina. 

Seu bom humor e sua língua afiada, não revelam as receitas prontas nem as fórmulas milagrosas. O que é bom para uma pode não ser para outra, evidente... Mas é uma bela forma de simplificar a vida, desatando nós como medo, solidão e vergonha. 

E se a felicidade não é um tesouro a ser encontrado ela acontece dentro de cada uma de nós.  O estilo de Weldon que é uma mistura de inteligência, tagarelice insinuante, terapia e diversão, conta com toda a sedução irresistível de uma autêntica vanguardista e a ressonância voluptuosa de uma indulgente auto-analise. Vale a pena ler para se divertir, ou presentear uma amiga, porque não! 



Sobre a autora
Nascida em 22 de setembro de 1931, Fay Weldon é uma romancista britânica, escritora de contos, teatróloga e ensaísta, cujo trabalho tem sido associado ao feminismo. Na sua ficção, Weldon tipicamente retrata mulheres contemporâneas que ficam "presas" em situações opressivas causadas pela estrutura patriarcal da sociedade ocidental, em particular a britânica.

O que faz as mulheres felizes

Editora_Melhoramentos
Folheando em busca da Felicidade_214 páginas 
Custo da alegria_R$ 9,90 (Na Cia dos Livros)

terça-feira, 3 de maio de 2011

[A CINDERELA CHINESA, de Adeline Yen Mah]


Cinderela chinesa foi considerado um best-seller internacional. Digo assim, no passado mesmo, pois o livro foi lançado em maio de 2006. Mas, eu ainda não o havia lido. Estava na minha pilha ao lado da cama. Eu, e essa minha mania de comprar livros e deixar de lado, para ler depois. 

Este livro me lembrou, e muito, o belíssimo filme Memórias de uma Gueixa, que eu revi estes dias na TV a cabo, cujo livro  de Arthur Golden foi adaptadoImpossível não se emocionar com as belas paisagens da história de Sayuki que comeu o sushi que o monge amassou, até conseguir crescer e se impor para obter respeito. 

Igualmente fala com sensibilidade sobre a superação de uma juventude extremamente infeliz. Outra menina que luta para conquistar a independência e a liberdade após uma infância de privação e sofrimento como a Sayuki de O Memórias de uma Gueixa. 


Aproveite se você ainda não leu, o Submarino está com uma oferta ótima! R$ 9,90  
O livro, é da editora Imago. Também é encontrado em DVD. 


Mas, voltando a Cinderela Chinesa... 

Como a maioria das chinesas mulheres, Adeline sofre.Quinta filha de um milionário chinês, Adeline perdeu a mãe apenas duas semanas depois de nascer. Além de sofrer com a hostilidade dos irmãos, que a responsabilizam pela morte da mãe, Adeline ainda sofre com a indiferença do pai e a crueldade da madrasta. A segunda mulher de seu pai despreza os filhos do casamento anterior, que vivem pobremente, limitados a três refeições diárias e a apenas uma muda de roupa além do uniforme escolar. O pai ignora o que acontece em casa, deixando o terreno livre para a madrasta. 

Por ter ousado contrariá-la e por apresentar um rendimento exemplar na escola, Adeline padece nas mãos dessa mulher, que parece ter saído diretamente da fábula Cinderela. Por isso, acaba num colégio interno, sem visitas nem presentes, e é nos livros que encontra refúgio para sua tristeza e solidão. É dessas leituras que vem sua redenção: aos catorze anos, ela se inscreve em um concurso internacional de peças teatrais para alunos de língua inglesa, e ganha. 

A partir daí, Adeline tem a chance de escapar do seu destino. O resultado dessa experiência extraordinária é Cinderela chinesa, best-seller internacional que fala com sensibilidade sobre a superação de uma infância extremamente infeliz.

A autora comove,  é impossível parar de ler. A Companhia das Letras bem poderia traduzir outras obras da autora. Falling leaves e A thousand pieces of gold, uma coleção de provérbios chineses. Agora me resta aguardar os lançamentos...


Sobre a autora

Adeline Yen Mah nasceu em Tiaijin, na China, em 1937. Depois de trabalhar como médica na Califórnia durante anos, escreveu seu primeiro livro, Falling leaves, que vendeu mais de um milhão de exemplares em todo o mundo. É autora de A thousand pieces of gold, uma coleção de provérbios chineses, e de Chinese Cinderella and the secret dragon society, um livro de aventuras. 



A Cinderela Chinesa
Companhia das Letras
Folheando a juventude_176 páginas
O preço_R$ 26,80 (Um conto de fadas orientais) na loja da Loja Abril