quinta-feira, 4 de agosto de 2011

[A DIABA E SUA FILHA, de Marie NDiaye]

 Foto: Reprodução

A autora franco-senegalesa Marie NDiaye, vencedora do Goncourt de 2009, também escreveu Coração Apertado, ambos da Cosac e Naify. 

O sincretismo de NDiaye ecoa em seu texto, mescla de metáforas dos contos de fada tradicionais e de elementos da literatura antilhana. No livro, uma diaba sai noite após noite pela floresta à procura de sua filha que desapareceu misteriosamente, junto com a casa onde moravam. 

Foi quando a diaba percebeu também que seus delicados pés haviam se transformado em cascos de cabra – uma deformidade que causava repulsa às pessoas. A ambiguidade da personagem – alegoria da noite –, de face graciosa, olhos doces, mas com cascos no lugar dos pés, suscita no leitor alguma hesitação e muitos questionamentos. Este é um livro enigmático que nos convida a refletir sobre como o afeto é capaz de humanizar até a aparentemente mais aterrorizante criatura e sobre a importância de se respeitar as diferenças, visíveis e invisíveis.
A diaba e sua Filha mostra mais que uma simples história. O livro tem o propósito de transmitir e ensinar valores que envolvem inclusão, além de fazer-nos pensar sobre como cada um lida com o diferente e nos deixamos influenciar pelo medo coletivo. Enfim, será difícil passar ileso pelo livro de Marie NDiaye.

Segundo
Mia Couto, autor da orelha deste livro, - aliás não existe melhor autor para falar sobre a obra de NDiaye,  diz que "a autora escreve sobre os nossos medos e o modo como eles são colectivamente construídos. Escreve sobre a necessidade de classificarmos os outros e os arrumarmos em bons e maus, em anjos e monstros.”


Sobre a autora

 Foto: Reprodução
Marie NDiaye, nascida em 1960 é filha de mãe francesa e de pai senegalês, escreveu em 2000 A Diaba e sua filha, seu primeiro livro infantojuvenil. Esta obra, a meio caminho entre o conto e o livro ilustrado (pela alquimia entre o texto e as imagens), foi ilustrada por Nadja, que nasceu no Egito e morou no Líbano, filha de Olga Lecaye e irmã de Grégoire Solotareff – dois outros grandes nomes da literatura infantojuvenil.


A diaba e sua filha
Cosac & Naify
Autora: Marie NDiaye
Tradução: Paulo Neves
Ilustração: Nadja
Folheando_40 Páginas
Preços Sugerido: R$ 25,00 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente