sábado, 9 de abril de 2011

[FLORDELIS, de Flordelis]



Flordelis enfrentou a pobreza, a violência e o preconceito para dar uma nova vida e o amor de uma verdadeira mãe a dezenas de crianças. Já são 50.
 
"Flordelis", virou um documentário, da história real   de uma mulher, moradora da favela do Jacarezinho, no Rio, que adotou 37 crianças e as criou junto de seus quatro filhos biológicos. Mas além da óbvia complexidade em se ter 41 filhos dentro de casa, Flordelis enfrentou outras adversidades em sua jornada, retratadas no filme e narradas por ela mesma.

A trajetória desta mulher sempre foi de muita luta ― a perda do pai em um acidente trágico, a vida difícil na favela do Jacarezinho, o preconceito... No entanto, ao invés de se tornar uma mulher amargurada, ela transformou essa experiência em estímulo para empreender uma cruzada pessoal, resgatando a dignidade de dezenas de crianças que (literalmente) adotou. Esta surpreendente história da mulher que venceu a pobreza, desafiou a violência e o preconceito da própria família para se tornar mãe de 50 filhos é narrada por ela mesma em Flordelis, lançamento da Thomas Nelson Brasil. O livro mostra, de maneira envolvente, as batalhas que a autora teve de enfrentar para conquistar a guarda e confiança de seus filhos, desde a adoção da primeira criança até a mais recente, passando ainda pelo nascimento de seus quatro filhos biológicos.

“Considero que alcancei inúmeras vitórias e realizei muitos sonhos. O principal deles foi, sem dúvida, o de conseguir me manter com as minhas crianças e ter me tornado mãe de todas elas. Claro que em alguns momentos eu me abati, afinal de contas, sou um ser humano de carne e osso, como qualquer outro”

A vida dessa carioca de origem humilde não foi nada fácil. A própria mãe, dona Carmozina, ameaçou interná-la em um manicômio ao perceber que a filha estava enfrentando até o tráfico para levar jovens drogados para casa, com a esperança de dar a eles uma vida melhor. O que a fez continuar? O amor e, acima de tudo, a fé. Ela provou que só sentimentos como esses são capazes de derrubar todas as barreiras.

“Quando minha mãe me viu chegar em casa com uma moradora de rua drogada, ela surtou. Os desentendimentos com a minha família ficaram cada vez mais frequentes. Para D. Carmozina, eu estava colocando a família toda em risco, e, mais uma vez, ela ameaçou me colocar no hospício [...] Os irmãos também não me compreenderam e ficaram do lado de minha mãe, tentando me convencer a parar com aquilo tudo”. (trecho do livro)

                                           “Essas crianças não são estatísticas, são meus filhos.”  
foto: Marie Claire


Sobre a autora 

Conhecida como s missionária do tráfico, Flordelis, nasceu e foi criada na favela do Jacarezinho, do Rio de Janeiro. Aos 19 anos, teve sua primeira filha biológica, Simone. Há 15 anos, Flordelis salva crianças do tráfico. São 50 filhos, entre biológicos e adotados. A grande família vive em uma casa de classe média alta, em Niterói, no Rio de Janeiro — ela conta com a ajuda do empresário Pedro Werneck para pagar o aluguel. As idades variam de três a 34 anos. Depois de ser tachada de santa, louca e criminosa, a história dela será contada no documentário Flordelis: basta uma palavra para mudar. Evangélica, também ministra com o marido, o pastor Anderson do Carmo, em igrejas de todo o país. Já lançou quatro CDs e criou o Instituto Flordelis de Apoio ao Menor (Ifam). 

Flordelis
Editora Thomas Nelson do Brasil
234 páginas viradas por_R$ 19,90 (Preço ótimo, e o valor vai para ajudá-la a manter as crianças) 
Compre aqui



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente