sábado, 15 de maio de 2010

[OS BELOS DIAS DE MINHA JUVENTUDE, de ANA NOVAC



Ana Novac foi atriz poeta e romancista, nascida na Romênia em 1929. Suas memórias, um dos poucos documentos preservados após o fim da guerra, relatam sua rotina de sobrevivência nos campos de Auchwitz e Plaszzow, por seis meses, quando foi prisioneira no ano de 1944.

Não dá para deixar de pensar em Ane Frank, ao ler os texhttp://www.blogger.com/post-create.g?blogID=6056021661367040680tos de Ana, que começaram a ser publicados em 1967, em forma de diário. A autora acreditava que se o seu diário, fosse 'o único a sair de um campo de concentração, naõ deixaria de ser assombroso". Para escrever, ainda menina, ela revirava latas de lixo e cantos dos maos variados à procura de papel, papelão ou qualquer outro material que pudesse relatar seus dias entre os outros prisioneiros e os alemães. Seus relatos falam do sumiço repentino dos companheiros de prisão, das humilhações sofridas  edas torturas físicas e psicológicas as quais eram submetidos.  

Ana, ainda uma adolescente teve maturidade para relatar com precisão os relatos deste momentosombrio da história mundial do século XX, que deixou mais do que marcas na pele: Deixou uma reflexão de superação e luta.



A autora, morreu em março deste ano de ataque cardíaco, aos 81 anos de idade.

Seu livro Os belos dias de minha Juventude, será lançado até o final do mês (Maio), pela Cia das Letras e terá 224 páginas, ao preço médio de capa de R$ 33,00



Aguardem o lançamento e, confiram este relato de vida!

Um comentário:

Comente