quarta-feira, 10 de março de 2010

[DA IMPERFEIÇÃO]

"Há os que se queixam do vento. Os que esperam que ele mude. E os que procuram ajustar as velas."

 
Dito isso ... o parecer constitui, apesar de tudo,nossa condição humana. É ele então manejável, perfectível? E, no final das contas, esta veladura de fumaça pode dissipar-se um pouco e entreabrir-se sobre a vida ou a morte - que importa?

 
Sou de bem com a vida e do bem!!!


(Algirdas Julien Greimas)

Um comentário:

  1. Nossa!! Que poema lindo e profundo. É arte, arte através das palavras e que contempla a singeleza e a essência da alma.

    ResponderExcluir

Comente