sexta-feira, 2 de outubro de 2009

[PRÊMIO JABUTI]



A Câmara Brasileira do Livro anunciou nesta terça-feira, em São Paulo, os vencedores da 51º edição do Prêmio Jabuti. Foram apresentados os três ganhadores em cada uma das 21 categorias do concurso. No dia 4 de novembro ocorrerá a cerimônia de premiação quando serão anunciados os vencedores do “Livro do Ano de Ficção” e o “Livro do Ano de Não-Ficção”. O primeiro lugar em cada categoria recebe R$ 3 mil, e os melhores livros do ano de Ficção e Não-ficção ficam com R$ 30 mil cada um. Esta edição traz uma nova categoria, “Tradução de obra literária Francês-Português”, em homenagem ao ano da França no Brasil, cujo vencedor receberá como prêmio R$ 6 mil. Neste ano, o Jabuti bateu seu recorde de inscrições, foram 2.573 obras, cerca de 20% a mais que em 2008, quando concorreram 2.131 publicações. Uma das categorias premiadas, “Romance”, foi conquistada pelo escritor gaúcho Moacyr Scliar com Manual da paixão solitária (Companhia das Letras), livro que trata do universo religioso inspirado no relato do Gênesis, História de Judá e Tamar. Outro gaúcho que levou a melhor foi Fabrício Carpinejar, na categoria “Contos e crônicas” por seu Canalha! (Bertrand Brasil), um retrato poético e divertido do homem contemporâneo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente