sexta-feira, 4 de setembro de 2009

[ORGULHOSA DEMAIS, FRÁGIL DEMAIS, de Alfonso Signorini]



Esta Biografia revela os segredos da maior das cantoras líricas do Século XX. Em ORGULHOSA DEMAIS, FRÁGIL DEMAIS, o jornalista Alfonso Signorini narra a trajetória da jovem sem graça que começou a carreira em bares de Nova York e se torna uma diva disposta a renunciar à carreira magnífica por amor. Seu romance com o milionário Aristóteles Onassis que esteve estampado na imprensa, sobretudo quando ele a deixou para se casar com Jaqueline Kennedy, inaugurando uma fase de clausura e tristeza que culminou na morte da cantora. Um retrato único e realista de uma diva melancólica que conheceu a glória e a solidão. Paranóica e solitária, depois de uma vida e carreira impressionantes, a Divina, como ficou conhecida em todo o mundo, se isolou do mundo e teve uma existência reclusa. Enquanto o enterro percorria a rua Georges Bizet, centenas de parisienses que choravam saudaram a passagem do esquife com a saudação que emocionava Maria na saída dos teatros: “Brava Callas!, Brava Maria!”. Na primavera de 1979, suas cinzas foram lançadas no Mar Egeu, como era seu desejo.



“Gostaria de ser Maria, mas é ‘La Callas’ que exige que eu a porte com dignidade.” Esta declaração de Maria Callas mostra sua condição de diva. mais controversa e possivelmente a mais dedicada intérprete lírica, Callas que morreu sozinha, em seu apartamento de Paris, em 16 de setembro de 1977, foi vítima de um infarto.
Impressões_Para saber quem de fato foi Maria Callas, o jornalista Alfonso Signorini, por puro amor à Diva, pesquisou a fundo a vida da cantora. Conseguiu mostrar o lado da mais controversa e possivelmente a mais dedicada intérprete lírica.
Editora_RECORD
Gênero_Romance Estrangeiro/Biografias
Folheando_340 págs.,
Custo_ R$ 39,90

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente