segunda-feira, 24 de agosto de 2009

[O CÉU QUE NOS PROTEGE, DE PAUL BOWLES]



Sempre quis ler este livro. Ele já virou filme em 1990 pelas mãos de Bernardo Bertolucci, ganhou o Globo de Ouro entre outros prêmios. Agora foi relançado pela Alfaguara com uma nova capa. Este romance publicado em 1954, como de resto em toda a ficção de Bowles se reflete o absurdo do mundo moderno, onde a crueldade, a corrupção do desejo surgem a par da inocência de quem não compreende nem julga. É a história de um casal de americanos que vive em Nova York e decide embarcar num navio com destino à África do Norte. Intelectuais e casados há dez anos, esperam que as novas experiências que os aguardam, lhes dêem um novo rumo em suas vidas, fortalecendo a relação que tem passado por algumas crises.À medida que Kit e Port vão percorrendo o Sara arriscam-se e atraiçoam-se continuamente até ao momento em que alcançam a loucura ou a morte.

Impressões_ Os romances e os contos de Bowles não apontam os culpados.Existe uma hierarquia de valores, uma explicação do ser. São porém, personagens que abandonam-se a um 'outro tipo' de razão.

Editora_Alfaguara
Folheando_272 pags.
Gênero_Romance
Custo_R$ 43,90

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente